Educação Ambiental

  • O Brasil é o 16º país mais poluente do mundo. Nosso consumo diário é de 720 milhões de copos plásticos e 1,5 milhões de sacolas plásticas.

  • Estimativas indicam que lançamos anualmente nos mares cerca de 2 milhões de toneladas de resíduos, que não foram destinados corretamente. Dessas, de 70 mil a 190 mil toneladas são de plástico.  

  • Especialistas revelam que até 2050, haverá mais plástico que peixes nos oceanos A maior parte do plástico descartado foi usado apenas uma vez.

  • Apesar de o problema do lixo ser grave, mais de 80% das espécies de peixes pescados (536 toneladas) na costa brasileira estão ameaçadas devido à pesca ilegal. O maior dano que causamos aos oceanos se deve se ao consumo de animais marinhos. Estima-se que os seres humanos matam anualmente 2 trilhões de peixes para consumo humano. Deixar de usar descartáveis, reduzir o consumo de embalagens e buscar alternativas de em materiais biodegradáveis pode ajudar a reduzir os dois milhões de toneladas de lixo que lançamos anualmente nos mares, mas se você realmente se importa com a preservação das espécies marinhas, considere ser vegano.

 

  • Segundo a OMS, a poluição ambiental é responsável pela morte de 1,7 milhões de crianças. Água suja, falta de condições sanitárias, poluição do ar são alguns dos principais motivos.

 

  • A cidade de São Paulo precisa criar políticas públicas para parar de produzir e de distribuir sacolas plásticas, copos descartáveis e embalagens de uso único, além de programas de conscientização e estratégias mais efetivas para aumentar a reciclagem. Mas mais do que isso, precisamos levar a informação sobre os benefícios da alimentação a base de frutas e vegetais para todo o Estado.

 

Nossas propostas incluem um amplo trabalho de conscientização, o incentivo a empresas que queiram empreender na busca de embalagens biodegradáveis e sustentáveis.

1. 

Em áreas como, como parques, praças e  condomínios, serão instalados recipientes para coleta seletiva e, inclusive, de produtos específicos como o azeite - integrado ao programa Coleta porta a porta;

3. 

Programa LIXO ZERO que aplicará punição para quem descarta lixo no chão;

2. 

Cursos gratuitos sobre compostagem na rede pública de ensino;

Educar as novas gerações para o manejo de seu próprio lixo de forma sustentável e consciente;

4.

 

Campanhas permanentes de conscientização sobre o descarte de lixo que mata animais marinhos e a importância da diminuição do uso de embalagens plásticas;

5. 

Apoio a coletivos independentes que plantam mudas de árvores frutíferas na cidade de São Paulo;

6.

 

Fortalecer cooperativas de coleta de lixo reciclável, o poder público tem oportunidade de fazer amplo programa de inclusão social, trabalho e renda, com capacitação de cooperados, e o pagamento por serviços, na ponta, mais baratos do que as estruturas públicas atuais, ou vinculadas a contratos com o setor privado;

5. 

Verba destinada às Subprefeituras da cidade para cursos de capacitação para catadores e gestores de cooperativas atuantes no município com pagamento de auxilio curso. 

  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • whats (11) 9.5408-0828

criado por pessoas que amam animais